NOTÍCIAS

09/12/2016

Tiago Iorc nega ser MPB e se define como cantor pop: 'Quero ser entendível'

Cantor brasiliense comemora bom ano tocando canções como 'Coisa linda' e 'Eu amei te ver' neste sábado (10), em São Paulo, no Z Festival, com Anitta e Demi Lovato. 

O brassiliense Tiago Iorczeski dedilha seu violão em uma carreira solo de altos e baixos desde 2003. Mas no ano passado e neste, a coisa parece ter mudado de patamar. A culpa é de folks românticos que fãs novinhos amaram ouvir, como "Coisa linda" e "Eu amei te ver".

Essas canções são a base do repertório que Tiago Iorc apresenta no Z Festival. O evento de pop fechado por Anitta e Demi Lovato tem um cara com discurso e visual de cantor de MPB. "A música vai para o mundo e toma a proporção que o público define. Eu quero tocar e estar onde as pessoas querem estar comigo", diz Tiago ao G1.

O cantor de 31 anos fala com desprendimento da transição de um repertório mais indie e todo em inglês para algo mais direto e em português. "O primeiro disco era pop e juvenil. Retratou uma fase particular. O segundo teve uma vontade de introspecção, de buscar melodias e assuntos mais densos. O terceiro foi um renascimento de uma vontade com músicas em português, mas em parcerias. E esse último é uma celebração da língua portuguesa", resume.

Iorc diz ter "vontade de dialogar entre os universos", em referência a uma sonoridade mais alternativa e a outra bem mais radiofônica. "Não posso fazer algo de uma forma muito particular. Quero ser entendível. Eu poderia cantar em uma língua inventada por mim, ninguém entenderia. Não quero isso", exemplifica.
Articulado, de raciocínio que concatena assuntos em um primeiro momento sem aqueeeela conexão, o cantor às vezes faz lembrar um Caetano Veloso mirim. O silêncio entre uma resposta do lado de lá e uma pergunta do lado de cá parece sempre que vai ser preenchido por um "Ou não".
Mas botar as canções dele na seção MPB dos serviços de streaming não vai agradá-lo. "Eu faço músicas para as pessoas. Isso faz com que seja pop, uma abreviação de popular", explica. "MPB é um gênero, uma nomenclatura para um momento que existiu. Minhas referências são de sonoridades que vieram de fora. Mas no fim das contas tem coisa que me inspirou que foi inspirado em MPB". Ou não.
Z Festival
Quando: sábado (10), às 15h
Onde: Allianz Parque - Francisco Matarazzo, 1705
Ingressos: R$ 110 a R$ 600 (mais informações)
Classificação: Menores de 14 anos apenas acompanhados dos pais/responsáveis legais

Horários dos shows
21h30 Demi Lovato
19h45 Anitta
18h35 Projota
17h40 Tiago Iorc
16h50 Cheat Codes
16h Manu Gavassi

Fonte: g1.globo.com