NOTÍCIAS

Por que Jennifer Lawrence merece Oscar por 'Joy: O Nome do Sucesso'


Jennifer Lawrence foi a atriz mais jovem a ganhar um Oscar. Aos 22 anos, em 2012, garantiu a estatueta por uma atuação impecável em O Lado Bom da Vida. Quatro anos depois, ela retoma a parceria com David O. Russel em Joy: O Nome do Sucesso, em uma performance que já garantiu o Globo de Ouro de melhor atriz. E não se assuste se, no dia 28 de fevereiro, ela subir ao palco de novo para ser premiada. 

O longa segue o estilo narrativo de comédia familiar, com pitadas de drama, do diretor. O enredo traz uma jovem sonhadora que, enquanto todos esperavam um futuro brilhante dela, ela acaba presa com seus pais divorciados, dois filhos e um ex-marido que vive em seu porão. O emprego em uma companhia aérea é o que completa a realidade sofrida - isso sem falar na tortura dos sonhos não realizados. Mas uma acontecimento acaba a libertando disso e ela decide tentar a sorte com uma de suas invenções: um esfregão. Ela coloca todas as suas fichas (e dinheiro nisso).

A trajetória de altos e baixos é trazida por Lawrence com perfeição. A atuação reflete um momento atual das mulheres que, em Hollywood, também é liderado por ela. Essa realidade toda conversa diretamente com o espectador e, ao final, você se sente íntimo de Joy. Se isso não é digno de um Oscar, difícil explicar o que realmente é.