NOTÍCIAS

Jennifer Lawrence fará amante de Fidel Castro no cinema

 

RIO — Jennifer Lawrence vai interpretar Marita Lorenz, uma amante de Fidel Castro que se envolveu com uma tentativa de assassinato do ditador cubano por parte da CIA. A Sony garantiu os direitos cinematográficos de "Marita" após uma disputa com Universal, Warner Bros, Fox, Paramount e Lionsgate, segundo o Hollywood Reporter.

Lawrence entra em cartaz no Brasil nesta quinta-feira com "Joy: O nome do sucesso", filme pelo qual disputa seu segundo Oscar (na quarta indicação). Este ano ela ainda volta ao papel de Mística em "X-Men: Apocalipse" e também aparece na ficção científica "Passageiros", com Chris Pratt.

O filme sobre Lorenz ainda não tem diretor definido ou mesmo data de estreia, mas a história da personagem é bastante rica. Nascida na Alemanha, Lorenz esteve envolvida em alguns dos maiores acontecimentos do século XX. Chegou a ser presa no campo de concentração Bergen-Belsen durante a Segunda Guerra Mundial.

Aos 19 anos, se conheceu Fidel Castro em Havana, em fevereiro de 1959, e se tornou amante dele, que na época tinha 33. Por causa dessa relação, foi procurada pela CIA para tentar matar o líder cubano.

Mais tarde, ela ainda seria testemunha na investigação do Congresso sobre a morte de John Kennedy, pois acreditava-se que ela teria relação com representantes da CIA, exilados cubanos e com Lee Harvey Oswald.

Ela escreveu duas autobiografias, “Marita: One Woman’s Extraordinary Tale of Love and Espionage from Castro to Kennedy”, em 1993, e “Lieber Fidel – Mein Leben, meine Liebe, mein Verrat”, em 2001. Aos 76 anos, ela hoje vive em Baltimore, nos EUA.